Economia

Colheita do milho da segunda safra atinge 4,2% da área total prevista em Mato Grosso do Sul

Segundo a Aprosoja/MS, maior parte da colheita está concentrada na região sul do estado

Estimativa é que a segunda safra seja 5,82% menor em relação ao ciclo passado (Foto: Arquivo, Aprosoja/MS)

A colheita do milho da segunda safra 2023/2024 atingiu 4,2% da área total em Mato Grosso do Sul até a data de 14 de junho, segundo informações da Aprosoja/MS. A maior parte da colheita está concentrada na região sul do estado, onde já foram colhidos em média 5,1% da área plantada.

Em todas as regiões do estado, tanto o desenvolvimento vegetativo quanto o reprodutivo das lavouras estão em pleno andamento.

Segundo o coordenador técnico da Aprosoja/MS, Gabriel Balta, a estimativa é que a segunda safra seja 5,82% menor em relação ao ciclo passado, atingindo a área de 2,2 milhões de hectares. “A produção é estimada em 11,4 milhões de toneladas, uma queda de 19,2%, e a produtividade é prevista em 86,3 sacas por hectare, uma retração de 14,2%”, ponderou.

Na região central, a colheita alcança uma média de 3,1%, enquanto na região norte é de 0,5%. Comparativamente à segunda safra do ano anterior (2022/2023), a colheita está 4,16 pontos percentuais à frente para o mesmo período.

As condições nas regiões oeste, centro, norte e nordeste são predominantemente favoráveis, com índices variando de 55,9% a 85,4%. Condições regulares nessas áreas variam entre 8,5% e 17,6%, enquanto as condições ruins estão entre 6,1% e 29,7%.

Já nas regiões sudoeste, sudeste, sul-fronteira e sul, as condições estão abaixo do potencial das demais regiões, com lavouras apresentando até 50% em condições ruins. Nestas áreas, as condições regulares variam de 10% a 38,1%, e as boas condições estão entre 14% e 43,1%.

Segundo dados da Granos Corretora até 17 de junho de 2024, Mato Grosso do Sul havia comercializado 97,80% da safra de milho segunda safra 2023, o que representa um avanço de 11,80 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano anterior. Quanto ao preço da saca do milho, houve uma desvalorização de 1,53% entre os dias 10 e 17 de junho, com o valor médio negociado sendo de R$ 48,38 em 17 de junho de 2024.

Fonte: Midiamax.

Compartilhe
Desenvolvido por