Geral

Criança tem pé esmagado após ser atingida por peça de caminhão durante treino da Fórmula Truck

O pai da criança, que a acompanhava, também sofreu fratura no tornozelo

Uma criança que estava na arquibancada do Autódromo Internacional de Campo Grande assistindo ao treino da Fórmula Truck, neste sábado (29), teve o pé esmagado após ser atingida por uma peça que se soltou de um dos veículos. O pai da criança, que a acompanhava, também sofreu fratura no tornozelo.

Os dois foram socorridos e levados para a Santa Casa. A criança já passou por cirurgia e o pai aguarda para ir ao centro cirúrgico ainda neste domingo (30).

Segundo uma mulher que também estava na arquibancada no momento do acidente, a peça se soltou do veículo, passou pelo alambrado e foi, em alta velocidade, na direção da família, atingindo primeiramente o menino.

Ela lembra que viu dois tênis voando e considerou que os calçados estivessem na pista e, com a passagem do caminhão, tivessem ido em direção à arquibancada. Só com o choro da criança foi que perceberam que algo muito mais grave havia acontecido.

“A gente começou a balançar o braço, teve uma senhora que começou a balançar uma toalha para ver se eles [organização] prestavam atenção no que estava acontecendo. Meu esposo, que também estava comigo na pista, pegou o carro, foi até uma entrada para pedir ajuda para a segurança, para eles chamarem o pessoal que estava do outro lado e avisar o que tinha acontecido”, lembra.

Despreparo da organização

Para ela, o pai do menino explicou que a peça tinha se soltado, atingido primeiro o pé da criança, ricocheteado e atingido seu tornozelo, até enfim cair embaixo da arquibancada.

“Quando me abaixei pra ver o pé do menino, já tinham enrolado um paninho que uma senhora tinha dado pra não ficar exposto. Pedi para o pai deixar eu ajudar, ele aceitou e fiquei falando com o menino. Ele parava de chorar e depois voltava. Foi uma situação horrível mesmo. O pai dele falou pra mim que não conseguia mexer o pé porque estava com o tornozelo machucado, estava bem inchado”, conta.

Ainda segundo o relato da mulher, a organização chegou alguns minutos após o ocorrido, junto a ambulância que já estava no local. No entanto, a impressão que teve foi de despreparo dos socorristas e da organização do evento.

“Achei um total despreparo da ambulância, porque o pessoal não sabia o que fazer com ele. Pegaram a maca, trouxeram a maca, mas depois entraram na ambulância com ele no colo, botaram na maca, tiraram da maca, uma confusão”, lembra.

“O pessoal da organização do evento, eu achei que estava mais preocupado em tentar achar a peça e guardar a peça do que, propriamente, ajudar a família. Sei que eles não tinham muito o que fazer, mas eu não vi um cuidado com os dois, uma preocupação com a situação”, pontua.

Treino foi retomado após acidente

Segundo a mulher que presenciou o acidente, o treino parou no momento em que a organização foi notificada do acidente, retomando após a saída da ambulância.

Ainda não se sabe qual peça atingiu a família, nem o tamanho estimado do objeto.

Embora considere uma fatalidade, a mulher deixou o local na sequência, com medo de algo semelhante pudesse acontecer com sua família, que também a acompanhava no momento do acidente. Na ocasião ela estava com seu marido, a filha e outra criança.

“Hoje eu não tenho intenção nenhuma de voltar, com medo do que possa acontecer, sabe? Isso pode acontecer com qualquer pessoa, infelizmente. Aí eu até comentei. Foi muito triste, eu fiquei muito preocupada, porque a gente se coloca no lugar do outro”, pontua.

Jornal Midiamax entrou em contato com a organização da Fórmula Truck para pedir um retorno sobre o ocorrido, mas até o momento não obteve uma resposta, apenas a confirmação do ocorrido.

O espaço segue aberto para manifestação.

Fonte: Midiamax.

Compartilhe
Desenvolvido por