Geral

Faturamento de locadoras de veículos sobe 22% em 2023 ante 2022, para R$ 44,9 bi, diz Abla Por Estadão Conteúdo – @br.investing.com

[ad_1]


© Reuters. Faturamento de locadoras de veículos sobe 22% em 2023 ante 2022, para R$ 44,9 bi, diz Abla

O setor de aluguel de veículos registrou um faturamento bruto de R$ 44,9 bilhões no Brasil em 2023. O número representa uma alta de 22% em relação ano anterior, segundo levantamento da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla).

LEIA TAMBÉM: 

O segmento manteve o volume anual de compras de automóveis e comerciais leves na casa dos 590 mil veículos zero quilômetro, com participação de 27,1% no total de vendas das montadoras em 2023 ante 30,1% em 2022. No último bimestre do ano passado, a participação ficou acima de 32%.

Nesse cenário, o setor de locação fechou 2023 com uma frota de 1.570.820 automóveis e comerciais leves, 9,5% acima do número reportado em 2022. A idade média da frota desse tipo ficou em 18,3 meses, uma redução em relação aos 23,4 meses no ano anterior.

O investimento em automóveis e comerciais leves chegou a R$ 65,99 bilhões em 2023, com R$ 19,1 bilhões pagos em IPI e ICMS. Em média, o investimento das locadoras foi de R$ R$ 112,6 mil por veículo emplacado.

“São resultados que ganham ainda mais significado ao lembrarmos que, em meados do ano passado, foi lançado o programa temporário de descontos para compra de veículos, do Governo Federal, que não incluiu as pessoas jurídicas”, afirma o presidente do Conselho Nacional da Abla, Marco Aurélio Nazaré.

O porta-voz destacou ainda os R$ 5,7 bilhões pagos pelas empresas do setor em impostos diretos como PIS, Cofins, CSSL e IR em 2023, 21,3% a mais do que um ano antes. Segundo Nazaré, isso “reflete a importância da atual mobilização da Abla com vistas a evitar impactos mais severos da Reforma Tributária”.

Caminhões, ônibus e motos

Em 2023, as locadoras emplacaram 10.211 caminhões, alta de 38,9% ante 2022, e 10,5% de todos os caminhões emplacados no ano no País. O total de veículos desse tipo em nome de locadoras chegou a 42.712, avanço de 19,6% na comparação anual.

Em relação aos ônibus e micro-ônibus, as locadoras emplacaram 2.160 unidades em 2023, aumento de 16,7% sobre o ano anterior e participação de 12,4%. A frota atingiu 7.980 unidades, crescimento de 13,5% na mesma base comparativa.

Nas motocicletas, foram 37.216 unidades emplacadas por empresas de locação, 28,3% acima de 2022, absorvendo 3,2% do total no País. A frota total de motos em nome de empresas de locação chegou a 77.638 unidades, alta de 79,5% em relação a 2022.

[ad_2]

Acesse esta notícia no site da Investing – Link Original

Compartilhe
Desenvolvido por