Geral

MS gerou, em média, 64 vagas de emprego por dia em maio

Setores de construção e agropecuária tiveram saldos negativos entre admissões e demissões

MS gerou, em média, 64 vagas de emprego por dia em maio – Divulgação: Prefeitura de Campo Grande

No mês de maio, Mato Grosso do Sul obteve um saldo positivo na geração de empregos formais, com 1.932 novas vagas de empregos formais – o que significa uma média de 64 novas vagas por dia. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (27) em pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O saldo positivo é o resultado de 33.800 admissões com carteira assinada e 31.956 no Estado – uma variação relativa de 0,29%. 

Com relação ao salário médio de admissão, em MS o valor chega a R$1.922,65, tendo uma taxa variável de -1,72%. Já sobre o perfil das novas vagas, as mulheres lideram com o saldo de 1.326 vagas, enquanto os homens somam apenas 606.

Dos cinco principais setores de atividade econômica, dois tiveram saldo negativo entre admissões e demissões no Estado.

O setor que mais beneficiou o resultado do mês foi o de serviços, que gerou 1.435 vagas de emprego, seguido pela indústria, com 680 vagas, comércio (429), construção (-148), e por último, agropecuária com -464.

Na Capital campo-grandense, foram 1.304 vagas no mês de maio, resultado de 12.706 contratações e 11.402 desligamentos. 

Brasil

Em âmbito nacional, os resultados também foram positivos, com o saldo final de 131.811. Resultado de 2.116.326 admissões e 1.984.515 desligamentos. 

Com os cinco setores tendo saldos positivos, quem impulsionou o mês, foi o de serviços com 69 309, a agropecuária, ao contrário do resultado negativo em MS, nacionalmente obteve o saldo de 19 836, seguido da construção (18.149), indústria (18.145) e comércio (6.375). 

O estoque de empregos formais no país chegou a 1.831.358 em maio, uma variação de 19.836 vagas em relação ao mês anterior. 

Fonte: Correio do Estado.

Compartilhe
Desenvolvido por