Geral

Pesquisa: Mato Grosso do Sul registra 47% de crianças alfabetizadas

Publicado no Ministério da Educação, pesquisa informa que dois municípios sul-mato-grossenses registraram mais de 90% de estudantes do 2º ano do ensino fundamental alfabetizados

Pesquisa: Mato Grosso do Sul registra 47% de crianças alfabetizadas – Divulgação: Agência Brasil

Publicado nesta sexta-feira (14) no portal do Ministério da Educação, o 1º Relatório de Resultados do Indicador Criança Alfabetizada. . Este foi divulgado em 28 de maio, pelo Ministro de Estado da Educação, Camilo Santana, em reunião com o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e com governadores no Palácio do Planalto.

Conforme os dados apresentados, Mato Grosso do Sul conseguiu reverter o índice de crianças alfabetizadas que durante a pandemia que em 2021, era de 31%, atingindo 47% em 2023.

O indicador leva em conta crianças alfabetizadas, saindo da 2ª ano do ensino fundamental (que contempla a primeira e segunda série) sabendo ler e escrever. Apesar do indicador positivo, os pesquisadores em educação reforçam que o ideal é que a criança complete a 1ª série neste patamar. 

Com os resultados, é possível afirmar que MS está entre os estados do Brasil que conseguiram reverter o baixo índice de crianças alfabetizadas durante o período da pandemia (Covid-19).

Além disso, dos 79 municípios sul-mato-grossenses, 10 alcançaram percentual superior a 75% de alunos alfabetizados. Desses, quatro atingiram mais de 80% de alfabetização, como Angélica, Deodápolis, Laguna Carapã e Mundo Novo.  

Objetivos

Para o Mato Grosso do Sul, com o compromisso nacional de criança alfabetizada, do Ministério da Educação, a expectativa é que em  2024, o índice chegue a 59%. Veja as projeções:

  • 2025 – 58%
  • 2026 – 63%
  • 2027 – 68%
  • 2028 – 72%
  • 2029 – 76%

Melhores índices de alfabetização do país

  • Ceará – 85%
  • Paraná – 73%
  • Rio Grande do Sul – 63%
  • Santa Catarina – 61%
  • Pernambuco – 59%

**Colaborou Laura Brasil

Fonte: Correio do Estado.

Compartilhe
Desenvolvido por