Polícia

Advogado é preso novamente por drogas e posse de munição em Dourados e liberado em audiência de custódia

Créditos: Divulgação

Um advogado de 31 anos foi preso em Dourados, Mato Grosso do Sul, nesta quarta-feira (19), sob acusações de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Em sua residência, foram encontrados 7,5 quilos de maconha, duas balanças, um frasco de canabidiol e uma munição calibre 38.

Em audiência de custódia realizada nesta quinta-feira, o juiz Marcelo da Silva Cassavara, da 2ª Vara Criminal, concedeu liberdade provisória ao advogado, com a condição de uso de tornozeleira eletrônica. O magistrado entendeu que não havia elementos suficientes para justificar a prisão preventiva neste momento.

Esta é a segunda vez que o advogado é detido pelos mesmos crimes. Em maio de 2021, ele foi preso após ser acusado de disparar uma arma de fogo durante uma briga de trânsito. Na ocasião, o advogado passou dez dias preso e foi liberado após pagar fiança.

A Polícia Civil informou que a droga foi encontrada durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa e no escritório do advogado, como parte das investigações sobre os crimes ocorridos em 2021.

Em depoimento, o advogado negou a acusação de tráfico de drogas, afirmando ser usuário de maconha e que a droga encontrada era para consumo próprio. Ele também alegou que a munição estava relacionada aos fatos que levaram à sua prisão anterior.

O juiz Marcelo da Silva Cassavara, em sua decisão, destacou que o mandado de busca não foi motivado por suspeita de tráfico, mas sim pela posse de arma de fogo. Ele também considerou que a quantidade de droga apreendida, a ausência de outros elementos que indicassem a traficância e a apreensão de apenas uma munição não justificavam a manutenção da prisão preventiva.

Fonte: Conteúdo MS.

Compartilhe
Desenvolvido por