Polícia

Ex-namorada que deixou tatuador de Campo Grande cego com ácido é presa no Paraná

Tatuador perdeu a visão após o ataque sofrido pela ex-namorada em fevereiro de 2023

Foto: (Reprodução, Polícia Civil)

A mulher, de 42 anos, suspeita de jogar um líquido corrosivo no rosto do ex-namorado, o tatuador Leandro Coelho Marques, de 30 anos, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, foi presa em Curitiba, no estado do Paraná. O crime aconteceu em fevereiro de 2023 e a mulher fugiu logo depois, sendo presa nessa terça-feira (25).

A suspeita foi presa por equipes da Polícia Civil paranaense enquanto tentava fugir para outra cidade, segundo o site local, Banda B. O delegado Nasser Salmen, responsável pela prisão, ressaltou o trabalho de investigação. 

“Fizemos um trabalho de análise da residência porque tínhamos a informação de que ela iria embora ontem [terça-feira]. No mesmo dia em que ela iria embora, quatro agentes, após monitoramento do local, a prenderam”, explicou ao site paranaense. 

Após a prisão, a mulher foi levada para a delegacia e deve ser transferida para Mato Grosso do Sul.

Relembre o caso

Tudo aconteceu na noite do dia 22 de fevereiro no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande. Após quatro meses separados, a mulher encontrou com o tatuador na rua onde ele mora, se aproximou e jogou soda cáustica no rosto dele.

O capacete da vítima foi entregue na delegacia com resíduos do líquido corrosivo e a luva de um militar chegou a derreter após manusear o equipamento de segurança da vítima. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, com qualificação de violência doméstica.

De acordo com uma moradora da região, a mulher ficava sentada em uma planta, na calçada próxima à casa do tatuador, cuidando a residência do homem. Na noite do dia 22, antes do ataque, ela também esteve no local.

Fonte: Midiamax.

Compartilhe
Desenvolvido por