Polícia

Polícia faz batida na casa de cantor de dupla sertaneja em cumprimento de mandados em Campo Grande

Em 2021, o cantor se envolveu em uma polêmica ao admitir que traiu a esposa com mulher de traficante

Imagem ilustrativa (Henrique Arakaki, Arquivo Midiamax)

A Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão no condomínio de um cantor de uma dupla sertaneja, em Campo Grande, nesta sexta-feira (28). A Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) está a frente do caso.

Os policiais foram até o condomínio antes das 8 horas da manhã. Não há informações se os policiais apreenderam alguma arma ou munição na casa do cantor, que segundo informações obtidas pelo Midiamax seriam o alvo da busca. Na portaria, os funcionários foram proibidos de passar informações. 

Segundo a delegada Elaine Benicasa da Deam, o caso segue em sigilo e as investigações estão em andamento. O Jornal Midiamax tentou entrar em contato com a assessoria do cantor, mas os telefones estavam desligados. Também tentamos contato com a advogada, mas sem retorno. O espaço segue aberto para futuras manifestações.

Em 2021, o cantor se envolveu em uma polêmica ao confessar que traiu a esposa com uma mulher de traficante. Na época, ele concedeu entrevista falando da traição e pedindo para reatar o relacionamento com a esposa.

O processo de divórcio corre em segredo de justiça. De acordo com o cantor, a medida tem o objetivo de proteger a filha do casal. Durante a entrevista, o músico evitou mencionar a atividade profissional do marido da ex-vizinha, com quem acabou se envolvendo. Segundo ele, o caso, que acabou provocando o fim de seu casamento, durou cerca de três meses.

Além disso, o cantor sertanejo resolveu trancar seu perfil no Instagram por medo de perder a própria vida. A coluna apurou que o maior medo do cantor, no momento, é que o tal traficante, integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), use as informações que estão em suas redes para procurá-lo e assassiná-lo.

Fonte: Midiamax.

Compartilhe
Desenvolvido por