Política

Fora da disputa pela Prefeitura de Campo Grande, Puccinelli antecipa planos de 2026

Ex-governador anunciou oficialmente que não será candidato pelo MDB em Campo Grande

André Puccinelli (Henrique Arakaki, Jornal Midiamax)

Nesta terça-feira (25) André Puccinelli (MDB) fez o anúncio oficial de que não será candidato à Prefeitura ou à Câmara de Campo Grande. Reunião no diretório define os rumos de apoio do partido.

Em discurso, André relembrou que não teve apoio de outros partidos para manter uma candidatura. Havia especulação sobre uma pré-candidatura para a Prefeitura de Campo Grande ou para a Câmara.

Agora, Puccinelli fala em uma possível candidatura em 2026. “Se eu tiver porte, disputo estadual ou federal”, disse sobre uma vaga como deputado. Também citou uma possibilidade de se candidatar para senador.

Apoio do MDB

Ainda nesta terça-feira, filiados fazem uma votação para decidir qual partido o MDB irá apoiar nas Eleições 2024. São três opções, PP, PSDB e União Brasil.

No entanto, o resultado ainda não deve ser divulgado, já que alguns representantes não estão na reunião.

Também segundo André, o MDB deve sair com 30 pré-candidatos a vereador, mesmo número do Solidariedade.

Confirmou que não será candidato

Antes do anúncio oficial na reunião no diretório do partido, Puccinelli disse ao Midiamax que não disputaria as Eleições 2024.

“Para uma disputa majoritária, é preciso de estrutura e apoio político. Mesmo que se for insuficiente o apoio de estrutura, o político ele prevalece”, disse Puccinelli, que afirmou não concorrer também ao cargo de vereador.

André aguardava posicionamento da executiva nacional sobre liberação de verbas para campanha. MDB liberaria apenas 20% do exigido pela sigla na Capital.

Surpresa com anúncio

“Foi uma surpresa”, declarou o vereador Jamal (MDB), sobre a decisão de André por não disputar as eleições. O parlamentar chegou a dizer que até a manhã desta terça-feira acreditava na pré-candidatura de André para a prefeitura.

“Tem meu apoio na decisão. Nossa preocupação maior é não deixar os pré-candidatos na mão, eleger o maior número de vereadores”, finalizou.

Já o vereador Coringa (MDB) disse que tinha expectativa pela candidatura de André. “Um dia muito triste. Estou muito triste, a gente tinha uma expectativa de ter nosso candidato a prefeito e agora a gente está numa posição de ter que subir num partido. Eu tinha uma expectativa muito grande. A gente tá sem rumo, daqui a 48 horas vamos ter um candidato a prefeito que não do partido”, lamentou.

Fonte: Midiamax.

Compartilhe
Desenvolvido por